HellLight – Journey Through Endless Storms

sp108Desde que fui recrutado para desenvolver a capa deste material, este álbum me trouxe muita expectativa até o dia que precedeu o seu lançamento.
“Journey Through Endless Storms” é sem dúvida o trabalho mais maduro destes paulistanos e com certeza será um divisor de águas na carreira do grupo.
Contando com participação da musicista Cielinszka Wielewski no cello, este disco que já tem sua essência a melancolia impregnada, com a adição deste instrumento, a depressão toma formas literalmente.

O álbum é um pouco longo, é verdade, mas em momento algum acaba se tornando cansativo, pois a cada faixa em que avança, o ouvinte vai se tornando parte de toda a história e há um envolvimento pessoal de como se tivesse sendo a trilha sonora de toda sua existência.
Podemos destacar também os trabalhos de teclado deste álbum que está melhor do que os anteriores, isto deve-se o fato de seu tecladista Rafael Sade ter retornado ao posto que lhe é de direito.

Faixas como “Journey Through Endless Storms” que abre o disco de forma sensacional, estilhaçando os pulsos do ouvinte, passando por “Dive in the Dark” com a excelente linha de cello e caminhando até “Distant Light That Fades”.
Se o ouvinte chegou inteiro até aqui, certamente daqui não passará, pois chegou a hora da faixa mais forte do disco, “Time”. Esta é aquela faixa que te envolve em sua linha melancólica de guitarra numa mesma vibe que o Saturnus faz muito bem e os vocais sussurrados ecoam dentro da cabeça, fazendo parecer um esquizofrênico em meio a um surto psicótico. Que música incrível.

Seguindo para a metade final do disco temos as excelentes “Cemetherapy”, “Beyond Stars” com seus minutos finais recheados de introspecção e melancolia.
“Shapeless Forms of Emptiness” é outra faixa que merece destaque, pois vem com uma carga extra de depressão. Até sua passagem pinkfloydiana que antecede o solo é de arrepiar. E para receber a ultima pazada de terra, temos “End of Pain”. Esta faixa é totalmente diferente do que o HellLight já fez até hoje e mesmo assim é muito bonita. Ela é toda tocada no piano e cello, os vocais femininos deram um charme à ela, até um flanger perdido no meio dá um toque refinado para a canção.

Este é um álbum essencial na discografia de todo na de Doom Metal e não apenas o mp3, corra atrás do CD físico, agora!

HellLight – Journey Through Endless Storms (Solitude-Prod.)
1. Journey Through Endless Storm
2. Dive In The Dark
3. Distant Light That Fades
4. Time
5. Cemetherapy
6. Beyond Stars
7. Shapeless Forms Of Emptiness
8. End Of Pain

depress5

Contatos:
Facebook
Bandcamp
Solitude-Prod

Resenha por: Rodrigo Bueno

Anúncios

Uma resposta para “HellLight – Journey Through Endless Storms

  1. Pingback: HELLLIGHT: “Um álbum essencial” – Funeral Wedding | Metal Media

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s