Heavydeath – Eternal Sleepwalker

Heavydeath album coverO gênero é Doom Death Metal, mas a pegada num Sludge Metal é enormemente perceptível. Assim, logo, a banda sueca Heavydeath apresenta seu primeiro Full-Lenght lançado neste ano de 2015. Depois de tanto trabalho, o resultado foi muito significativo para os membros da banda. O grupo formado por Daniel Moilanen na bateria (Katatonia (live member), Dracena, Lord Belial, entre outras boas bandas), Johan Bäckman no contrabaixo e Nicklas Rudolfsson que comanda o vocal e a guitarra, vem da cidade de Ljungskile, localizado na província de  Bohusbanan, próximo à Estocolmo. Partem deste país diversos grupos muito bons, que são internacionalmente reconhecidos, logo, valorizados dentro da cena.

Formado no ano de 2013, o trio vem trabalhando duro, com bastante Demo do ano de 2014 e um EP mais uma compilação no mesmo ano, mas enfim, vamos ao que interessa. “Eternal Sleepwalker” é um trabalho interessante, pois sai um pouco do que chamamos de Doom/Death! As guitarras soam além do que o gênero pode nos suprir. Um som muito arrastado do começo ao fim, dando oportunidade à relevância da importância do contrabaixo, que em certos momentos, tem uma presença legal dentro das faixas. O trabalho conta com sete músicas autorais, sem nenhum cover e muito menos bonus track. As três primeiras canções: “Ascending”, “Road to the Fire” e “Bow Down”, deixam evidente o que citei anteriormente, Sludge Metal miscigenado com Death/Doom Metal. Guitarras com uma mixagem pouco trabalhada, obviamente para dar o som desejado, justamente dentro do Sludge Metal. A partir desse momento, na quarta faixa, “Eat the Sun”, a porrada começa a comer solta! O Doom/Death Metal aparece com potência assustadora. E também salienta-se a participação do contrabaixo, com riffs relevantes, fazendo a faixa soar mais técnica do que as anteriores. A velocidade duplica, deixando de ser um som um tanto estagnado, muito mais objetivo. Ao mesmo tempo que pode-se fazer uma analogia à Black Sabbath, isso por que em certos momentos, os riffs das guitarras soam muito Heavy Metal, aquele executado pelos britânicos. Mas não deixe-se enganar, apenas os riffs dão essa percepção! A melancolia é ainda mais amarga do que se espera.

“Eternal Sleepwalker” é uma canção interessante. Misturando vários elementos do Metal (Sludge Metal, Doom/Death Metal, Heavy Metal e um pouco de Hard Rock/Punk). Sendo a quinta canção do álbum e com a importância de carregar o título do trabalho, deve-se prestar muita atenção nesta faixa! Digo isso por que em algumas passagens da canção, dá para sentir de leve o som distorcido do contrabaixo, causando uma leve euforia, até o momento em que o ritmo da música muda levemente também. “Heavy as Death” e “Beyond the Riphean Mountains” fecham com muita grandeza este belo trabalho! O som decai mais ainda em questão de mixagem totalmente suja. Horrorizando mais ainda no bom sentido o trabalho.

Vários elementos foram colocados em campo para a produção deste impecável trabalho, que com certeza merece o devido reconhecimento. Bandas vindouras da região sueca dificilmente são de decepcionar, e Heavydeath está nesta relação de bandas que firmarão com êxito o Metal!

Heavydeath – Eternal Sleepwalker (Svart Records)
1. Ascending
2. Road to the Fire
3. Bow Down
4. Eat the Sun
5. Eternal Sleepwalker
6. Heavy as Death
7. Beyond the Riphean Mountains

depress3

Contatos:
Bandcamp
Facebook
Svart Records

Resenha por: Leonardo Reis

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s