Santo Rostro – Santo Rostro

a0800242659_10Há pouco tempo atrás recebi uma solicitação de amizade em minha página do Facebook, fui dar uma verificada para ver se não era perfil fake ou algo semelhante. Aceitei a solicitação, trocamos algumas poucas palavras e em uma de suas postagens vi que tinha um link para uma música, fiquei impressionado com o que escutei e novamente entrei em contato.

Recebido esse material e realmente fiquei abismado com a qualidade sonora dessa banda espanhola.

Segundo o press-release da banda o som seria um encontro entre Black Sabbath com The Melvins. Alguns poderão me crucificar, mas desconheço The Melvins. Para mim a primeira banda que me vem a mente e que poderia ser uma grande influência seria do Down, assim como Cabeza de Caballo devido ao guitarrista ser o mesmo de ambas as bandas.

Mas vamos ao disco, que abre de forma absurda com “Blood Run”. Riffs nervosos, vocais arregaçados, bateria marcante e um baixo pulsante.

Há variações ritmicas, o que deixa como uma boa faixa de abertura.

Na sequência temos “Truck Kiss”, e não há como não se imaginar pegando a estrada no melhor estilo “Velozes e Furiosos”.

“Cannonball” é outra faixa que se destaca, devido sua levada bluesy. Há medida que ela avança, não há como não ficar hipnotizado com a “riffera” que sai dos falantes.

Na sequência temos “Dog’s Disease” e podemos considerá-la como uma das faixas depressivas do álbum. Apesar dela se manter num ritmo cadenciado, os vocais de Antonio Gámez nos passa uma certa melancolia, ainda mais acentuada nos minutos finais.

Dando uma levantada no astral temos “Away in Time”, onde os riffs nervsos de Miguel Ortega são um dos destaques da música.

A próxima música é a instrumental “Santo Rostro”, e confesso que achei um pouco deslocada no álbum, e para fechar temos “The Bleed” e vem numa pegada no melhor estilo sludge/doom, deixando um gosto de quero mais para o disco.

Realmente um disco muito bom de estréia desses espanhóis, e esperamos num futuro breve que nos dê a graça de um novo álbum.

Um destaque especial vai para os materiais gráficos da banda, que são de uma beleza ímpar, pois levam toda uma aura religiosa, mas com uma certa obscuridade.

 

 

Santo Rostro – Santo Rostro (Discos Macarras, Odio Sonoro, Féretro Records, Le Crépuscule du Soir Productions e Nooirax Producciones)

1.Blood Run
2.Truck Kiss
3.Fake Tongue
4.Cannonball
5.Dog’s Disease
6.Away in time
7.Santo Rostro
8.The Bleed

 

depress4

 

Contato:

Facebook

Bandcamp

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s