Paradise Lost – 08/12/12 (Carioca Clube – SP)

Eram por volra de 19:30 quando os britânicos subiram ao palco do Carioca Clube, aos acordes de “Desolate” soando nos falantes, um a um os membros foram entrando em cena.

“Widow” abre o set para delírio dos presentes e apesar do som um pouco baixo a banda faz-se ouvir bem.

“Honesty in Death” foi uma faixa que quase trouxe a casa a baixo, com todos os presentes cantando o refrão. Um pequeno problema na batera que logo foi resolvido, eis que anunciam “Erased”, outra faixa que contou com a presença da galera. Nick Holmes estava bem comunicativo, parecendo gostar de estar ali e logo anuncia “Enchantment”.

 

Essa faixa é perfeita e a execução dela nesse show foi digna de nota 10. Tão logo começou o piano de seu início, os presentes ecoaram um “coral” que foi lindo de ver.

Cantada em uníssono pela galera, certamente foi um dos pontos altos da noite.

“Soul Courageous” e a nova “In This we Dwell”, cumpriram seu papel para logo ser anunciada a deprê “Praise Lamented Shade” e como anunciada por Nick Holmes, “muitas vezes as coisas parecem que dão em merda, mas fazer o que? é a vida!”.

Na sequência veio a dobradinha do álbum Shades of God, com “Pity the Sadness” e a já conhecida e obrigatória “As I Die”. Outra faixa anunciada e também cantada com todas as forças que ainda restavam nos presentes, “One Second” e na sequência a faixa que dá nome ao disco novo, “Tragic Idol”. E para terminar a primeira parte do set “The Enemy”.

Após algumas reações da galera chamando pela banda eles voltam com “Embers Fire”, mas pudemos notar que a galera estava um pouco cansada nessa hora, apesar de cantarem algumas partes, me pareceu um pouco deslocada para esse momento.

 

A seguir veio a nova “Fear of Impending Hell” outra faixa fodástica, mas que seguiu na mesma ideia da anterior e o povo parecia que estava guardando energia para o que viria a seguir.

O ponto baixo da noite, nos acordes finais da música, cai um dos canais e a guitarra de Gregor Mackintosh e os vocais de Nick Holmes quase não se consegue ouvir. Não se dando conta disso ele começa a apresentar a banda e quase ninguém havia se ligado disso, pois quando apresentou o baixista Steven Edmonsson e nenhuma alma viva aplaudiu o cidadão, situação que ficou um pouco chata. Após esse embaraço, foi voltando aos poucos o canal prejudicado e assim deram seqüência ao show com a faixa “Faith Divides Us – Death Unites Us”.

Essa faixa é difícil de descrevê-las mas foi como uma despedida anunciada e para que tudo não acabasse em lágrimas, “Say Just Words” vem para fechar essa noite memorável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s