Evadne – The Shortest Way

Quando surgiu ao mundo com seu debut em 2007, esses espanhóis praticavam um doom metal e que por vezes flertava com o gothic, talvez devido pela situação cômoda de ter uma tecladista/vocalista e que por vezes dava sua contribuição.
Alguns anos tempestuosos se passaram e com ela as mudanças de formação e também o amadurecimento. Tendo o espírito renovado e com uma nova gravação que ainda não está disponível para o grande público, e podemos encarar como um novo recomeço para esses talentosos e melancólicos músicos espanhóis e nesse material encontramos um poderoso melodic doom death, onde podemos encontrar grande influência de Swallow the Sun.
O álbum abre com a poderosa No Place for Hope, vocais guturais, guitarras repletas de melodias, teclado dando aquele clima soturno, baixo preciso e bateria muito bem trabalhada. Seguindo na mesma linha temos Dreams in Monochrome, que segue em um andamento bem variados que vai de bumbos duplos à momentos mais atmosféricos, os vocais de Albert dão um show a parte, pois vai dos vocais guturais aos melodiosos muito bem encaixados/executados.
This Complete Solitude vem para massacrar novamente o ouvinte que pouco tempo teve para se recuperar do último petardo, e fica quase impossível não cantar junto.
One Last Dress for One Last Journey segue na mesma linha das anteriores mas com uma quebrada em seu andamento que fica quase impossível não bater cabeça para após sentir a aura melancólica na passagem de piano onde você começa a sentir a alma saindo do corpo para abruptamente você retornar.
All I will Leave Behind é a faixa mais longa e também a mais arrastada, e nesse momento que todo senso melódico/melancólico vêm a tona. Em meio as frases de guitarra, notas de piano vão sendo tocadas, uma bela passagem atmosférica e uma pequena intervenção com vocal feminino surge dando todo o clima soturno para a canção.
A instrumental The Wanderer, lembra as linhas de guitarra do grandioso Anathema da fase Alternative4/Judgement e serve de aperitivo para Further Away the Light.
E para fechar esse belíssimo cd temos Gloomy Garden e temos logo de cara os vocais “cantados ao pé do ouvido” para depois vir urrando parecendo o demônio encarnado. O trampo de guitarra não só dessa faixa, mas de todo o disco é surpreendente e não há como você tentar destacar uma única música em meio a um cd tão homogêneo e inspirado, pois cada faixa se torna a sua preferida até a audição da próxima.
E o interessante é a integração da arte da capa com todo o contexto do material, ao escutar o cd e ficar analisando a arte gráfica, você vai identificando algumas passagens com a ilustração.

 

Evadne – The Shortest Way (Solitude Prod.)
1. No place for hope
2. Dreams in monochrome
3. This complete solitude
4. One last dress for one last journey
5. All I will leave behind
6. The wanderer
7. Further away the light
8 Gloomy garden

 

 

Contato:
http://www.evadne.es
Facebook 
http://solitude-prod.com/blog/lang/eng/2012/04/sp-057-12-evadne-the-shortest-way/

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s