Entrevista: 40 Watt Sun

* Há pouco mais de um mês entrei em contato com o cidadão Patrick Walker, membro fundador e principal compositor desta banda que segue um passo a frente de sua antecessora Warning. Nesta pequena entrevista, Pat (com seu humor britânico) nos responde sobre o debut The Inside Room, da rapidez da gravação (3 dias e 3 noites), se mostrou um bom conhecedor do Brasil, muito mais que Sepultura e Seleção Brasileira, além de um “boato” que rola na internet, vide Metal-Archives, que falam que ele dá aula de atuação.

* entrevista originalmente postada nos meados de maio nesse endereço:
https://funeralwedding.wordpress.com/2011/05/12/entrevista-40-watt-sun/


1. Sua antiga banda “Warning” tem um som muito similar ao 40 Watt Sun. Qual o motivo que te levou a encerrar com o Warning e começar esta banda nova, mesmo sabendo que haverá comparações entre as duas. 
Pat Walker: Bem, eu nunca pedi para que as pessoas fizessem comparações mas parece quase inevitável que elas serão feitas. Claro que o som é semelhante a um certo ponto, porque sou eu quem canto, toco guitarra e escrevo as canções, mas se você olhar além do óbvio ambas as bandas que não são iguais.

 

2. Pela atmosfera depressiva desse “The Inside Room” é quase inacreditável que vocês tenham conseguido gravar essa obra-prima em apenas 3 dias/noites. 
Pat Walker: Eu não vejo por que deveríamos ter precisado de mais tempo. Entramos e fizemos praticamente tudo em uma única tomada. Isso me custou cerca de £ 900 (cerca de R$ 2.500,00).

 

3. Carry me Home, é uma das faixas mais depressivas do álbum, conte-nos como foi desenvolvida a idéia dela até chegar concepção final. 
Pat Walker: Não era supostamente para ser “deprimente”. Eu nunca tinha pensado nisso assim. Depressão é uma palavra totalmente negativa, mas com conotações de pessimismo. Quanto à concepção, bem, eu acho que as palavras vieram para mim enquanto eu estava em um avião à noite voltando para minha casa em Londres. A música foi escrita principalmente em Cornwall, em um quarto com vista para o mar. Eu não consigo me lembrar muito sobre isso ainda.

 

4. Take me In sairá somente em LP, vocês pensam em deixar essa faixa disponível para download também, já que quem adquirir o cd não a terá? 
Pat Walker: Não, eu não tenho nenhuma intenção de lançar essa música em qualquer outro formato.

 

5. O álbum foi recém lançado e já obtém várias críticas positivas, vocês esperavam por essa receptividade, ou lhe causou uma certa surpresa? 
Pat Walker: Eu não estava esperando grandes comentários, mas eu não fiquei surpreso quando chegaram também, porque eu acho que fizemos uma boa gravação.

 

6. Quais os planos para a banda neste ano de 2011. 
Pat Walker: Temos alguns shows encaminhados e algumas tours sendo agendadas. Vamos lançar um EP, muito embora eu não estou certo quando.

 

7. Li na internet que você também da aula de atuação. Como é conciliar essa sua outra atividade com a banda? 
Pat Walker: Você pode ler todo tipo de coisas na internet, mas isso não significa necessariamente que eles são verdadeiros!

 

8. Sabendo que aqui na América do Sul existe muitos apreciadores do doom, vocês já cogitaram a idéia de se arriscar por esse lado do continente. 
Pat Walker: Eu tocaria em qualquer lugar se alguém estiver disposto a pagar para que isso aconteça.

 

9. Tirando o Sepultura e a seleção brasileira, o que mais você conhece do Brasil. 
Pat Walker: Recentemente assisti a uma palestra do autor americano e acadêmico Daniel Everett, que falou sobre seu trabalho em lingüística vivendo entre os índios Pirahã na Amazônia. Na verdade, eu provavelmente poderia te dizer mais sobre eles do que eu poderia dizer sobre o futebol brasileiro ou o Sepultura.

 

10. Obrigado pela entrevista e sinta-se a vontade de nos deixar suas últimas palavras.
Pat Walker: Nenhuma – obrigado pelo interesse.

 

*Fotos: Divulgação

Contatos:
http://www.facebook.com/40wattsun
http://www.cyclone-empire.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s